De volta ao passado com Wayback Machine

Wayback Machine

Quem nunca teve curiosidade de saber como eram alguns sites famosos nos primórdios da internet, eu ainda fico fascinado em ver como tantas coisas mudaram, e graças à Deus para melhor. Se tiver curiosidade em saber como era o Google, a UOL, ou as finadas Ibest e até mesmo AOL o site Wayback Machine pode lhe proporcionar essa vigem ao passado.

Wayback Machine é um banco de dados digital criado pela organização sem fins lucrativos Internet Archive e que arquiva mais de 240 bilhões de página da World Wide Web desde 1996. O serviço proporciona aos usuários a possibilidade de visualizar versões arquivadas de páginas da Web, tal como eram no passado.

Abaixo postei uma foto de como era a página principal da UOL em 23 de Dezembro de 1996. Era uma página muito simples, com o uso de behavior do HTML, com resolução muito baixa 600 pixels de largura, poucos itens na página e praticamente toda criada em HTML. Claro que isso era o máximo na época, onde os navegadores, computadores e a internet eram muito limitados.

UOL em 23 de Dezembro de 1996

UOL em 23 de Dezembro de 1996

 

Abaixo segue um print da UOL hoje. Atualmente a página da UOL está um pouquinho maior, minto, está enorme! Com no pelo menos 1200 pixels de largura e mais de 6000 pixels de cumprimento. Tirei esse print em 30 de maio de 2013 e dá pra perceber o avanço significativo que a tecnologia proporcionou aos portais nesse período de tempo. Hoje há muito mais informações contidas na página inicial e de maneira dinâmica elas são apresentadas aos usuários.

UOL em 30 de maio de 2013

UOL em 30 de maio de 2013

 

Poder observar essas características das páginas web com o passar dos anos é muito interessante e dá a possibilidade de acessar sites que já saíram do ar há anos. Se ficou curioso em conhecer, siga o link do Wayback Machine (http://archive.org/).

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.